Saturday, March 13, 2010

conversas


Quando a gente conversa, contando casos, besteiras... tanta coisa em comum, deixando escapar segredos ...e eu não sei que hora dizer, me dá um medo, que medo! É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano... é, eu preciso dizer que eu te amo tanto!

E até o tempo passa arrastado só pra eu ficar do teu lado. Você me chora dores de outro amor, se abre e acaba comigo e nessa novela eu não quero ser teu amigo! É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano... É, eu preciso dizer que eu te amo tanto!

Eu já nem sei se eu tô misturando, eu perco o sono lembrando em cada riso teu, qualquer bandeira, fechando e abrindo a geladeira a noite inteira! ...e eu nem sei em que hora dizer, me dá um medo, que medo... mas eu preciso dizer que eu te amo tanto... tanto... tanto...

1 Comments:

At 13 March, 2010 21:39 , Blogger marcos freitas said...

...discretas modificações sobre poesia original de Bebel, Dé e Cazuza

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home