Monday, November 26, 2007

mais uma...

reportagem telegráfica do tempo passante...

passatempo: ligue pontos
e... pronto, passou...

mais uma lua cheia
é sempre igual
mas nunca é a mesma

e sempre é a mesma

outra...

outra saudade
de outra vontade
de você ser outra
de outra ser você
e ter seu lugar aqui

outra realidade, than...

youyouyouyouyou

e outra cantada
e outro jantar...
e outro cantar

ecos... formas
que se repetem

e mais uma
outra noite
outra lua cheia

"do luar não há mais nada a dizer, a não ser: que a gente precisa ver o luar"

mais uma
outra saudade
...a mesma?

"...who aaaaare you?
who who who who???"



e outra sondagem
da mesma outra
de outrora, a mesma
a outra paisagem
e outra saudade...
é mesma mesmo?

e essa outra presença?
outro passado presente
tão certa e tão segura tão
improvável, impossível

só mesmo sendo
louco como sou
pra ser são como sou
so... só sou soul, tão...

sempre outro

...agora outra memória
de outra noite nova
de outra lua cheia,
outra igual mas...
completamente diferente
lua cheia, sem chope
some night and Day...
incompleto
feito

fato: "imagem não é nada
sede é tudo" hehehe néé?
sem guaraná, sem nada
...tudo é... de novo
não! denovo não!

ok, nada de novo sob o sol
tudo de novo, ...denovo?

e outra ...mas, outra vez?

mas... se é mesmo assim, eterno retorno do mesmo dejà vu de sempre...

que se há de fazer?

repetir o que nunca foi dito?

desfazer o já desfeito?

refazer o defeito?

desfazer o refeito?

(...)

...e o que resta?
claro, o que falta!
é o que resta a fazer...
e sempre há por fazer
e só existe o feito, ok...

mais uma e... tantas outras... coisas...

mais uma viagem...
mais uma loucura...

mais um trabalho...
me dou outro
faço só por fazer
non.pro.fit.et.sem.per

como sempre...
eu também, viu?
sem promiscuidade
de cheiros, também

sem confissões...
só as do trabalho
das confissões

e outras, e outra... e, mais reticências... muitas...

e mais uma gaveta cheia
e outra,

e outra...

1 Comments:

At 27 November, 2007 00:55 , Blogger Day said...

...quando a criança era uma criança... ela fazia perguntas como: porque eu sou eu e não sou você?

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home